Psicopedagogia

A Psicopedagogia tem como objeto de estudo a aprendizagem humana, como se dá o aprender, suas variações e os fatores implicados, como ocorre ás alterações na aprendizagem e como preveni-lás, ou tratá-las, Bossa (2000).

A Psicopedagogia baseia-se na reeducação de crianças, adolescentes e adultos com distúrbios de aprendizagem, recorrendo a diferentes áreas como Filosofia, Neurologia, Sociologia, Lingüística, e Psicanálise, a fim de melhor compreender seu objeto de estudo e nortear sua prática, buscando não só o tratamento, mas também a prevenção das dificuldades no processo de aprendizagem do aprendente, ou seja, essa reúne várias vertentes de conhecimento para ajudar o sujeito com distúrbio de aprendizagem, detectando essas dificuldades e seus porquês e auxiliando-o neste processo. A Psicopedagogia não vê somente as dificuldades que o aprendente apresenta na aprendizagem, mas suas potencialidades, e através dessas, pode-se ajudá-lo a superar as dificuldades.

 

A Psicopedagogia é uma área de estudos e de aplicação específica, uma vez que busca conhecimentos em outros campos, mas cria seu próprio objeto de estudo e delimita seu campo de atuação.

O QUE O PSICOPEDAGOGO OBSERVA E TRABALHA COM O APRENDENTE:

  • Coordenação motora ampla;

  • Aspectos sensório motor;

  • Dinâmica lateral;

  • Desenvolvimento rítmico;

  • Desenvolvimento motor fino;

  • Criatividade;

  • Evolução do traçado e do desenho;

  • Percepção e discriminação visual e auditiva;

  • Percepção espacial;

  • Percepção Viso-motora;

  • Orientação e relação espaço – temporal;

  • Aquisição e articulação de sons;

  • Aquisição de palavras novas;

  • Elaboração e organização mental;

  • Atenção e concentração;

  • Expressão plástica;

  • Aquisição de conceitos;

  • Discriminação e correspondência de símbolos;

  • Raciocínio lógico matemático.

Segundo Fernández (2001a) o sujeito se constitui como aprendente, desde o seu nascimento por meio das suas relações com seus pais, construindo assim a sua modalidade de aprendizagem, ainda afirma que “a alfabetização começa quando os pais e a sociedade facilitam à criança o direito de pensar, de ser autônomo, de ser autor de sua própria história”.

 

 

Quando uma criança se sente confiante, ela deixa de buscar a aprovação dos adultos a cada passo.

Maria Montessori

©  2019 - Neuro Intensiva Clínica de Reabilitação Neurológica - Todos os direitos reservados.

Rua Victório Malucelli, 360, Hauer - Curitiba - PR

Tel: 041 - 3044-6930

Tel: 041-99192-6930

  • White Facebook Icon
  • White YouTube Icon